quinta-feira, 8 de julho de 2010

Que nem chocolate!

Um eclipse já vinha. Alguém sabe quando é o próximo


Well, era uma vez um homem que sonhava. Ele sonhava como ninguém alguma vez sonhou e, ele, sonhava em ser especial. Mas especial mesmo, um especial fora do normal. Uma noite, pequena e agitada, ele sonhou que conseguia voar, once again. Farto de pensar se seria uma pista do universo ou um mero sonho que estava em repeat no seu cérebro, ele, decidiu testar'se. Ainda a meio da noite, 4 e qualquer coisa, ele saí pela janela do quarto, que se encontrava no segundo andar da casa, sobe pelo cano da água até ao telhado, e senta'se. Olha em redor e vê o a lua, de barriguinha cheia e pálida como o céu, sentiu o vento nos pés, nus e quentinhos, e pensou. Estaria ainda a sonhar, como passava a vida a fazer, ou estaria realmente acordado? Pouco importava isso, desde que ele descobrisse que finalmente o universo o tinha tornado especial. Levantou'se e caminhou até à ponta do telhado. O galo em cima do seu telhado rodava como um pião doido e descontrolado com tanto vento. A árvore do seu quintal, a maior do bairro, até mesmo do quarteirão, chicoteava o ar com os seus troncos gigantes e mandava folhas para todo o lado. Ele parou. Olha para cima, para a barriguinha da lua, e deixou'se cair.

Ele morreu de traumatismo e com um pulmão furado pelas costelas deslocadas. Mas para ele, aquilo foi voar. E, ainda hoje, em noites de lua cheia, ele, anda a saltar de telhado em telhado. Quem diz saltar, diz voar.

20 comentários:

Ki disse...

Há um livro sobre isto xD "Chama-se The girl who could fly"... Mas acho que já todos nos questionamos... E se, e se... Eu pudesse voar e ser livre...

silenciodosegredo disse...

sim $:

inês ; disse...

gostei do teu blog, rapaz.

inês ; disse...

não, nem por isso, mas hoje fui passar o dia a lisboa.

inês ; disse...

sim, de vez em quando :] why?

inês ; disse...

gostas de escrever, é?

inês ; disse...

muito. existem textos meus espalhados pelo meu blog, se quiseres ler $:

inês ; disse...

ahah.

inês ; disse...

não precisas de te justificar :b

inês ; disse...

tudo bem :]

inês ; disse...

vou andando. boa noite.

Phantomrider @ disse...

Foi um sonho como todos os meus outros sonhos.

silenciodosegredo disse...

gosto daquilo que escreves $:

Mel disse...

maravilhoso, Sr. Alexandre!

inês ; disse...

yellow (:

inês ; disse...

está tudo bem?

dannó disse...

gosto tanto do teu blog assimmmm

obrigada Alexandre fofinhoo! :D

Phantomrider @ disse...

Mas viva talvez te dê mais "trabalho", não? x)

dannó disse...

de nada :')

Phantomrider @ disse...

Calculei.