sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Coisa maravilhosa e insaciável.

Que vontade.
Vontade esta que vem de dentro.
Algo que já é necessidade.
É algo que eu sinto que tenho que fazer.
Faz parte de mim.
Coisa maravilhosa, esta vontade que vem de dentro.

Só quero pegar outra vez na minha viola e tocar.
Tocar até me caírem os dedos.
Tocar até o hoje acabar.
Tocar até as cordas se partirem.
Tocar na cama, na rua, no telhado, na praia, na escola, na cidade.
Tocar para mim, para ti, para eles, para todos.
Tocar para satisfazer este meu desejo insaciável.
Tocar por tocar.
Tocar com sentido.
Tocar notas soltas ou músicas completas.
Tocar músicas de minha autoria.
Tocar no meio da cidade.
Tocar e entreter as pessoas que passam.
Tocar no autocarro e cantar com o pessoal.
Tocar lá fora.
Tocar à chuva.
Tocar debaixo da torreira do sol.
Tocar cá dentro.
Tocar em frente à lareira acessa.
Tocar no sofá.
Tocar para desconhecidos.
Tocar para amigos.
Tocar para os mendigos, fazer-lhes companhia, transmitir-lhes um pouco de alegria com a música.
Tocar hoje, amanhã e sempre.
Tocar para viver.
Tocar sem morrer.

E porquê?
Porque somos um.
Eu, a minha viola, a minha música.

Porque é esta a vontade que sinto.
Um desejo insaciável de tocar.

2 comentários:

Phantomrider @ disse...

Ai sim? xD

Quem eu quero que toque guitarra sei eu *.* Mas coise páh xP

Bárbara disse...

não podia deixar de gostar deste *.*
música, viola, e um texto teu (que como já sabes, eu costumo gostar muito muito dos teus textos)
e depois com esta música de fundo +.+
I LOVE IT