quinta-feira, 25 de agosto de 2011

The new hat.

Madness, já ouviram falar? Quem diz isso diz também demência, and so many names. Mas isso não é tudo balelas e impurezas de uma boa qualidade, desculpando o calão usado? Ora, não é a loucura uma cousa tão pura e inexplicável, até certo ponto (dando extrema importância a este final de frase) ? Eu acho que sim, by the way. Como quem não quer a algo mais, senão um pedaço de atenção, sim, acho que sim. Em Glastonbury fadas e cowboys andam pela rua. Humanos, claramente, tentando ser, ou sendo até, o que mais desejam e gostam. Doidos? Malucos? Gente sem vergonha para fazer tais figuras? Qual quê qual cousa!, são gente plenamente sã. Sim, uma pureza. Algo que nos, vá digamos, puxa o melhor de nós. Melhor e pior, mas descarta-se isso agora. Alzheimer, é isso que me cativou. Talvez (agora é a altura de tossir, óh multidão) seja crazy, mas ok. Sou, ou devia ser, puro assim. Certamente que devia ser, mas ainda não. 



1 comentário:

Phantomrider @ disse...

O Lie to Me enerva-me, já não suporto o homem, credo