quinta-feira, 19 de agosto de 2010

FGS.

O universo tem uma maneira estranha de funcionar. Tanto é justo e puro, como consegue ser confuso e traiçoeiro. Agora, sozinho e bem assim, tinham que aparecer duas alminhas vivas, e beem vivas, para me fazer companhia (?). E é suposto eu fazer o quê afinal, oh grande supremo? Receber o que me dás, ou usar isso de alguma forma?

Mandas-me uma carta estelar, com pedacinhos de céu, com um guião da minha vida? Assim era bem mais fácil.

7 comentários:

Phantomrider @ disse...

Se fosse fácil não tinha o mesmo sabor. Se nada fosse um desafio e se ninguém se metesse no teu caminho, não tinha a mesma graça.

Suh* disse...

as coisas faceis nao teem o mesmo sabor das dificeis... pensa assim :)

Qéé disse...

yup, mas ela é assim.
'aguenta-te como todos nós fazemos, @'

andreia. disse...

não seja por isso, eu faço questão de tos oferecer :)

N. # disse...

nem tudo o que é facil, é atractivo. as dificeis acho que têm bem mais sabor :) *

danó disse...

é verdade :)

já tinha saudades dos teus textos!

PauloMitchell disse...

O caminho fácil é só para os fracos!