quarta-feira, 3 de março de 2010

Este texto não é para ser bonito, não é para ter graça ou para se tornar um desabafo. É um texto sério sobre uma história real, triste e que me tocou imenso ao saber.

Há pouco, a minha mãe contou'me mais uma tragédia da madeira. Um jovem, de 18 anos, perdeu toda a família. Naqueles mares de lama e de chuva, toda a sua família, que vivia na mesma encosta, encontrava'se dentro das casas que foram levadas pela lama. Pais, irmãos, tios, primos e avós, toda a gente foi levada, até ele. Mas, só Deus sabe como e onde, o rapaz conseguio emergir da lama. Ele não sabe explicar como, nem onde conseguio sair. Só sabe que saíu e que foi o único que o conseguio fazer. Ficou sem casa para onde ir, sem família, sem ninguém. Passa agora o tempo acompanhado por um(a) psicólogo(a). E, para melhorar toda a situação, o pobre do rapaz é chamado pelo seu sobrenome. É mesmo ironia do destino, pois o apelido do rapaz, o nome pelo qual toda a gente o trata é Feliz.

2 comentários:

Catariina disse...

Fogo que historia do caraças :S
Apesar de ter tido sorte em sobreviver, nao sei se ficar sem nada nem ninguém nao é pior.
Eu tenho um amigo que perdeu a irmã e a sobrinha nesta tragédia. Apesar de ainda não ter sido encontrados os corpos ja pouco se espera :(
Feliz ?! Ironia do destino.

Phantomrider @ disse...

Credo! :O